Bombardeios matam mais de 30 civis na Síria

Beirute, 13 Jul 2016 (AFP) - Ao menos 31 civis, incluindo várias crianças, morreram nesta quarta-feira em ataques aéreos em duas cidades sírias controladas pela oposição.

De acordo com a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), não se sabe se os bombardeios foram obra do governo sírio ou dos aviões russos aliados de Damasco.

Os ataques aconteceram apesar da trégua decretada até a próxima sexta-feira, o que não impediu a violência nos últimos dias.

Na cidade de Rastan, na província de Homs, sob controle dos rebeldes, ao menos 16 civis morreram e dezenas ficaram feridos em ataques aéreos, segundo o OSDH. Três pessoas faleceram em bombardeios prévios.

Rastan é um dos últimos redutos rebeldes na província de Homs e a cidade foi cercada pelas forças do governo em 2012.

Na região nordeste do país, na cidade de Ariha, província de Idleb, morreram ao menos 12 civis, incluindo três crianças, em ataques aéreos .

A cidade e quase toda a província estão sob controle do Exército da Conquista, uma aliança que reúne principalmente grupos islamitas, entre eles Al-Nusra, o braço da Al-Qaeda no país.

Tanto as forças do governo sírio como seus aliados russos atacam com regularidade a província de Idleb.

lar-sah/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos