Fuzileiro americano é condenado por estupro de japonesa

Tóquio, 15 Jul 2016 (AFP) - Um fuzileiro naval americano de 24 anos foi condenado nesta sexta-feira a 30 meses de prisão pelo estupro de uma japonesa na ilha meridional de Okinawa, onde a presença de tropas americanas cria fortes tensões.

Justin Castellanos havia sido detido em março, acusado de ter estuprado uma turista em um hotel da cidade de Naha quando ela estava inconsciente.

Um porta-voz do tribunal do distrito de Naha disse à AFP que o tribunal o condenou a uma pena de 30 meses de prisão, sem dar mais detalhes.

Milhares de pessoas saíram às ruas no dia 19 de julho na ilha de Okinawa para protestar contra a presença militar dos Estados Unidos, que a população suporta cada vez menos após uma série de agressões cometidas por americanos.

nf-uh/rap/meb/me/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos