França respeita um minuto de silêncio em memória das vítimas de Nice

Nice, França, 18 Jul 2016 (AFP) - A França respeitou nesta segunda-feira um minuto em homenagem às 84 vítimas do atentado de 14 de julho em Nice, onde milhares de pessoas se reuniram no Passeio dos Ingleses, o local do massacre.

Uma verdadeira maré humana invadiu o local, onde na quinta-feira passada um tunisiano de 31 anos dirigindo um caminhão semeou a morte.

Antes e depois do minuto de silêncio, o primeiro-ministro Manuel Valls foi vaiado por pessoas que pediam sua renúncia.

"Assassinos! Renúncia!", gritaram dezenas de pessoas em direção à delegação do governo liderada por Valls.

O presidente francês, François Hollande, respeitou um minutos de silêncio no ministério do Interior, que tem sua sede perto do palácio presidencial.

Além de Hollande e do ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, quase 350 funcionários do ministério observaram o minuto de silencio.

No Passeio dos Ingleses, ao lado de Valls estavam a ministra da Saúde, Marisol Touraine, o príncipe Albert de Mônaco e o capitão da seleção francesa de futebol Hugo Lloris, natural de Nice.

Após o minuto de silêncio, a multidão cantou A Marselhesa, o hino nacional francês.

Parte do público vaiou Valls no momento em que ele deixava o local, ao mesmo tempo que aplaudia as forças de segurança e de emergência.

bur-cf/prh/jh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos