Assessora de Trump se desculpa por plágio no discurso de Melania

Cleveland, Estados Unidos, 20 Jul 2016 (AFP) - Uma das assessoras da campanha de Donald Trump se desculpou nesta quarta-feira por ter usado trechos do discurso da primeira-dama Michelle Obama no discurso feito por Melania Trump na convenção Republicana, o que causou uma situação muito embaraçosa pelo plágio.

O discurso da ex-modelo, visto por milhares de pessoas pela televisão na noite de segunda-feira, apareceu como o início de um pesadelo para a convenção e submeteu a campanha presidencial de seu marido a uma análise.

Melania Trump "sempre gostou" da primeira-dama democrata e "leu para mim algumas passagens do discurso da sra. Obama como exemplo do que ela queria dizer na convenção", explicou a assessora, Meredith McIver.

"Eu escrevi essas passagens e depois incluí algumas delas no rascunho que, por fim, se tornou o discurso final", contou.

"Eu não chequei os discursos da sra. Obama. Isso foi um erro meu e eu me sinto horrível pela confusão que causei", afirmou em um comunicado divulgado pela equipe de Trump. "Nenhum prejuízo foi causado".

McIver disse ainda que Trump negou-se a aceitar sua demissão, dizendo que "as pessoas cometem erros inocentes", de acordo com sua declaração.

"Peço desculpas pela confusão e histeria que meu erro causou", disse McIver, que foi identificada como uma escritora da equipe interna das Organizações Trump.

"Pessoalmente admiro o modo que o sr. Trump lidou com essa situação e estou grata por sua compreensão".

Trump usou seu Twitter nesta quarta-feira para comentar a polêmica e disse: "A boa notícia é que o discurso de Melania ganhou mais publicidade do que qualquer outro na história da política, especialmente se você acredita que toda imprensa é uma boa imprensa!".

Ele também criticou a mídia, alegando repetidamente ser tendenciosa contra ele, favorecendo a candidata democrata à presidência Hillary Clinton, que recentemente tem sido o foco devido ao escândalo dos e-mails.

"A mídia está perdendo mais tempo fazendo uma análise forense do discurso da Melania do que o FBI no caso dos e-mails de Hillary", escreveu.

Michelle Obama, advogada formada em Harvard, tem altos índices de aprovação em todo o país e na cidade natal de Melania foi adotada pelos círculos de moda de Nova York por seu senso de estilo e elegância.

Com milhares de pessoas assistindo a televisão, a ex-modelo nascida na Eslovênia proferia um eloquente e aparentemente profundo discurso em defesa de seu marido.

"Donald é, e sempre será, um líder maravilhoso", disse a esposa de 46 anos. "Agora, ele irá trabalhar para vocês".

Apesar das inconfundíveis semelhanças com o discurso de Michelle Obama na convenção Democrata de 2008, a equipe de campanha de Trump inicialmente negou qualquer infração, e fez uma admissão tácita antes de tentar isolar Melania, junto com uma foto da campanha no meio da confusão.

Porém na convenção em si, muitos republicanos não ficaram incomodados, com delegados e membros do partido elogiando Melania por sua graça e postura enquanto fazia seu discurso, no que parece ser seu quinto idioma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos