Erdogan instaura três meses de Estado de emergência na Turquia

Istambul, 20 Jul 2016 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta quarta-feira à noite (20) a instauração do estado de emergência nacional por três meses, após uma tentativa de golpe militar na semana passada, e garantiu que não fará "qualquer concessão" em relação à democracia.

"Nosso Conselho de Ministros decidiu instaurar o estado de emergência durante três meses", anunciou o chefe de Estado em entrevista coletiva depois da reunião.

Segundo ele, a medida é "necessária para erradicar rapidamente todos os elementos da organização terrorista envolvida na tentativa de golpe de Estado".

"Não faremos qualquer concessão quanto à democracia, e nunca faremos", declarou Erdogan, em discurso em Ancara, acrescentando que o estado de emergência "não é, de modo algum, contra a democracia, a lei e as liberdades. É justamente o contrário: visa a proteger e a reforçar esses valores".

pt-gkg-fo/fjb/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos