Trump é o candidato republicano à presidência dos EUA

TrumpCleveland, Estados Unidos, 20 Jul 2016 (AFP) - Os delegados do Partido Republicano indicaram nesta terça-feira Donald Trump seu candidato às eleições presidenciais dos Estados Unidos, durante a convenção em Cleveland (Ohio, norte).

"Donald J. Trump, tendo recebido a maioria dos votos na convenção, foi selecionado como o candidato do partido Republicano à presidência dos Estados Unidos", declarou o presidente do Congresso, Paul Ryan, na qualidade de diretor de debates.

Declarando-se "tão orgulhoso" de ter sido indicado candidato de seu partido, Donald Trump afirmou na Convenção Nacional Republicana que vencerá a disputa pela presidência dos Estados Unidos.

"Esse é um movimento. Mas temos de ir até o fim. Eu estou tão orgulhoso de ser seu candidato a presidente", disse aos delegados, em uma transmissão por vídeo.

Sem nunca ter ocupado um cargo eletivo, Trump comentou que foi "um dia muito especial" assistir a seus filhos anunciarem a contagem do número de delegados de Nova York.

"O que nós fizemos conseguindo a indicação do partido... Nunca vou me esquecer disso", comemorou.

"Com seu voto hoje, essa etapa da corrida presidencial chegou ao fim. Juntos, conquistamos resultados históricos", agradeceu ele a seus correligionários.

Trump discursará na convenção, ao vivo, nesta quinta-feira, quando aceitará formalmente a nomeação e - conforme prometido - apresentará "como vamos construir um futuro mais brilhante e mais cheio de esperança para todos os americanos".

"Vamos ganhar a presidência e trazer uma mudança real e liderança de volta a Washington", disse à plateia, garantindo que "vamos ganhar em novembro".

Ele elogiou seu companheiro de chapa, o governador de Indiana, Mike Pence, qualificando-o como "um homem incrível", que daria "um grande vice-presidente".

A algazarra tomou conta da Quicken Loans Arena quando a delegação de Nova York, o estado de Trump, deu seus 89 votos no momento-chave - tudo previamente orquestrado - para selar a indicação.

O filho do magnata, Donald Jr., simbolicamente anunciou os votos de Nova York, que garantiram o mínimo de 1.237 delegados necessários para a indicação.

Uma versão instrumental do clássico "New York, New York" invadiu o local após o anúncio, ao mesmo tempo em que alegres delegados dançavam e erguiam as mãos.

"É incrível. É surreal. Estou muito orgulhosa do meu pai, todos estamos", disse à CNN a filha mais velha do magnata do setor imobiliário, Ivanka.

Uma a uma, as delegações dos 50 estados e territórios americanos anunciaram os resultados das primárias no segundo dia da convenção em Cleveland, uma cidade de 400.000 pessoas, blindada à espera de muitos protestos.

Na contagem final, baseada no resultado das primárias, Trump obteve 1.725 delegados, seguido de Ted Cruz, 475, John Kasich, 120, e Marco Rubio 114.

Jeb Bush, visto no passado como o candidato lógico dos republicanos, obteve apenas três votos.

A indicação oficial de Trump tira o foco das acusações de plágio contra sua mulher, que teria copiado um discurso de Michelle Obama na mensagem proferida na véspera em Cleveland.

Melania Trump, que pronunciou um discurso bem recebido pelos delegados na segunda-feira à noite, no primeiro dia da convenção, foi rapidamente acusada de ter plagiado parte de um discurso de Michelle Obama na convenção democrata de 2008, em uma passagem dedicada à transmissão de valores

Os trechos foram tão similares que a campanha de Donald Trump divulgou um comunicado para explicar que a equipe que redigiu o discurso de Melania havia "tomado notas sobre o que a inspirava na vida e, em alguns casos, incluíram fragmentos que refletiam seu próprio pensamento".

Os americanos vão às urnas em 8 de novembro para eleger o sucessor do presidente Barack Obama, uma disputa que terá Trump e a democrata Hillary Clinton como protagonistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos