Explosão em túnel sob quartel do regime sírio deixa 38 mortos em Aleppo

Beirute, 22 Jul 2016 (AFP) - Uma explosão provocada por forças rebeldes em um túnel cavado sob um edifício que abrigava soldados e combatentes pró-regime deixou 38 mortos, anunciou uma ONG nesta sexta-feira.

Os insurgentes "cavaram o túnel debaixo de uma posição do regime na cidade velha de Aleppo, provocando o desabamento do edifício onde estavam", disse à AFP Rami Abdel Rahman, diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O OSDH havia indicado na quinta-feira um primeiro balanço de 14 vítimas.

Um vídeo publicado na internet pelo grupo insurgente Thuwar al Sham mostrou como a operação foi articulada.

"Agora estamos dentro do túnel que será detonado em breve, se Deus quiser. O túnel está embaixo do edifício de controle do tráfego, que é um importante quartel para o regime de Assad e para seus mercenários", afirma um rebelde na gravação.

Depois o vídeo mostra uma potente explosão e são ouvidos tiros. Uma das imagens parece ter sido feita com um drone.

Os rebeldes, completamente sitiados no leste de Aleppo há duas semanas, "realizaram uma operação deste tipo para desviar a atenção do regime", que quer retomar este setor, indicou o OSDH.

Na quinta-feira a ONU solicitou uma trégua de 48 horas toda semana para poder distribuir ajuda aos 250.000 sírios que estão bloqueados na zona oriental de Aleppo.

ram/bpe/pc-an.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos