Tiroteio em Fort Myers, na Flórida, 'não é um ato de terrorismo'

Miami, 25 Jul 2016 (AFP) - O tiroteio que matou duas pessoas no domingo à noite em uma boate em Fort Myers, na costa oeste da Flórida, "não é um ato de terrorismo", declarou nesta segunda-feira a polícia em um comunicado.

"A investigação ainda está em andamento, assim como a cena do crime. Os investigadores estão trabalhando arduamente para determinar a motivação" do crime, escreveu a polícia de Fort Myers.

No entanto, "podemos confirmar que este incidente não foi um ato de terrorismo", acrescentou.

Ao menos duas pessoas foram assassinadas e outras 14 ficaram feridas na madrugada desta segunda-feira durante uma festa para adolescentes em uma boate, seis semanas depois do pior massacre da história recente dos Estados Unidos em uma boate gay.

A polícia identificou na manhã desta segunda-feira as vítimas fatais como Sean Archilles, de 14 anos, e Ste'fan Strauder, de 18.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos