Discurso de Michelle Obama comove a Convenção Democrata

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, protagonizou um dos momentos mais comoventes no primeiro dia da Convenção Nacional do Partido Democrata com sua emocionante defesa da candidatura de Hillary Clinton à presidência.

Oito anos depois de falar pela primeira vez em uma convenção, quando seu marido Barack Obama era candidato, Michelle mostrou na noite de segunda-feira que tem todos os elementos e carisma para virar uma verdadeira força política.

Michelle defendeu a candidatura de Hillary, outra ex-primeira-dama, mas permitiu-se traçar um panorama histórico do que representa a chegada de uma mulher à Casa Branca como chefe de Estado.

Para as próprias filhas de Obama - Sasha e Malia - como para a filha de Hillary - Chelsea - se trata de uma mudança geracional, que não pode ser deixada de lado, afirmou Michelle.

Na opinião da atual primeira-dama, a eleição de novembro, "como em cada eleição, se trata de quem terá o poder de formar nossos filhos pelos quatro ou oito anos seguintes".

"Há uma única pessoa em quem confio para essa responsabilidade, a única que creio que está preparada para ser presidente dos Estados Unidos nesta eleição, e é a nossa amiga Hillary Clinton", proclamou.

Em uma mensagem direta ao candidato republicano Donald Trump, Michelle pediu aos delegados que "não deixem que ninguém lhes diga que este país não é grande, que temos que torná-lo grande novamente, porque agora mesmo este país é o maior da face da Terra".

- Perspectiva histórica -No entanto, acrescentou, com a voz embargada, que é necessário colocar em perspectiva o progresso histórico para entender a transcendência de dar às mulheres a possibilidade de chegar à presidência.

"Eu desperto todas as manhãs em um prédio que foi construído por escravos. E vejo minhas filhas, duas belas e inteligentes meninas negras, brincando com seus cachorros no jardim da Casa Branca", afirmou.

"Por isso, minhas filhas e as filhas de todos agora podem considerar natural que uma mulher possa ser presidente dos Estados Unidos".

Em uma mensagem no Twitter, o presidente Obama destacou que foi "um discurso incrível de uma mulher incrível". "Não poderia estar mais orgulhoso. Te amo, Michelle".

A atual primeira-dama foi recebida com muitos aplausos e também recebeu uma grande ovação ao deixar o palco, tanto pela ala que apoia Hillary como pelos partidários do senador Bernie Sanders.

Obama também discursará na Convenção Democrata nesta quarta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos