Recorde os recentes atentados do Estado Islâmico contra alvos ocidentais

Paris, 26 Jul 2016 (AFP) - Estes são alguns dos principais ataques contra alvos ocidentais reivindicados ou atribuídos aos terroristas do Estado Islâmico (EI).

- 8 de janeiro de 2015 - França -Amédy Coulibaly, que dizia pertencer ao EI, mata uma policial em Montrouge, sul de Paris.

No dia seguinte, ele faz de reféns os clientes e funcionários de um supermercado kosher em Paris, matando quatro deles, todos os judeus. Ele é baleado pela polícia.

Um dia antes, 7 de janeiro, os irmãos Kouachi, que afirmavam pertencer à Al-Qaeda da Península Arábica (Aqpa), matam 12 pessoas na redação da revista satírica Charlie Hebdo, em Paris.

- 18 de março de 2015 - Tunísia -Um ataque do EI contra o Museu do Bardo, em Túnis, mata 22 pessoas, incluindo 21 turistas estrangeiros.

- 26 de junho de 2015 - Tunísia -Um ataque contra um hotel em Susse mata 38 pessoas, incluindo 30 britânicos, ataque também reivindicado pelo EI.

- 31 de outubro de 2015 - Egito -Os 224 ocupantes de um Airbus A321 russo, turistas e membros da tripulação, morrem na queda da aeronave na Península do Sinal. O EI reivindica a queda.

- 13 de novembro de 2015 - França -Ataques coordenados em Paris deixam 130 mortos e mais de 350 feridos. Os atentados são realizados pelo EI na sala de espetáculos Bataclan, em várias ruas da capital francesa e perto do Stade de France.

- 2 de dezembro de 2015 - Estados Unidos -Um casal de muçulmanos abre fogo em um centro de atendimento para deficientes físicos em San Bernardino, Califórnia, matando 14 pessoas.

- 12 janeiro de 2016 - Turquia -Um atentado suicida no centro histórico de Istambul deixa doze mortos, todos turistas alemães. O ataque é atribuído ao EI.

- 19 março de 2016 - Turquia -Um ataque suicida na avenida Istiklal, em Istambul, provoca a morte de quatro turistas, três israelenses e um iraniano. O ataque é atribuído ao EI.

- 22 março de 2016 - Bélgica -Atentados suicidas, reivindicados pelo EI, deixam 32 mortos e mais de 340 feridos no aeroporto de Bruxelas e na Estação de Metro Maelbeek, no coração do bairro europeu da capital belga.

- 12 de junho de 2016 - Estados Unidos -Um americano de origem afegã mata 49 pessoas em um clube gay Orlando (Flórida). Ele havia prometido fidelidade ao EI em uma chamada para o número de emergência depois de iniciar seu ataque. O EI afirma que o massacre foi cometido por "um soldado do califado".

- 13 de junho de 2016 - França -Policial e sua companheira são assassinados em Paris por um homem que afirmou ter jurado lealdade ao EI.

- 28 de junho de 2016 - Turquia -Quarenta e sete pessoas são mortas em um ataque suicida triplo no Aeroporto Internacional de Ataturk, em Istambul. De acordo com o primeiro-ministro, "os indícios apontam para Daesh" (EI em árabe).

- 14 de julho de 2016 - França -Um tunisiano de 31 anos, Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, ao volante de um caminhão atropela a multidão que comemorava o 14 de julho em Nice, matando 84 pessoas, inclusive várias crianças, e ferindo 330 pessoas. O ataque é reivindicado pelo EI.

- 18 de julho de 2016 - Alemanha -Um jovem requerente de asilo, que alega ser do Afeganistão (polícia acredita que poderia ser do Paquistão) fere cinco pessoas, duas gravemente, em um trem local, atacando com um machado e uma faca. Ele foi morto pela polícia. O EI reivindica o ataque.

- 24 julho de 2016 - Alemanha - Um refugiado sírio, que teve rejeitado seu pedido de asilo, se explode no centro de Ansbach, Baviera (sul), perto de um festival de música. O ataque deixa 15 feridos e causa a morte de seu autor.

O ministro bávaro do Interior afirma que o terrorista jurou lealdade ao EI.

- 26 de julho de 2016 - França -Um padre é degolado durante uma tomada de reféns em uma igreja em Saint-Etienne-du-Rouvray, no noroeste da França. Ele foi morto por dois homens ligados ao EI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos