Homem que tentou matar Ronald Reagan em 1981 será libertado

Washington, 27 Jul 2016 (AFP) - O homem que tentou assassinar o presidente americano Ronald Reagan em 1981 será colocado em liberdade condicional, decidiu nesta quarta-feira um juiz federal.

John Hickley - internado em um hospital psiquiátrico há mais de 30 anos - poderá ser libertado a partir de 5 de agosto, e deverá residir permanentemente em Williamsburg (Virgínia), conforme ordenou o juiz Paul Friedman, de acordo com documentos judiciais obtidos pela AFP.

Hinckley tentou matar Reagan na saída do Hotel Hilton de Washington, em 30 de março de 1981.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos