Dois importantes generais turcos renunciam

Istambul, 28 Jul 2016 (AFP) - Dois importantes generais do exército turco renunciaram antes de uma reunião do conselho militar supremo prevista para esta quinta-feira em Ancara, na qual será discutida uma profunda revisão do exército depois do golpe de Estado frustrado, informou a agência de notícias privada Dogan.

O chefe do exército em terra, o general Ihsan Uyar, e o chefe do "comando de treinamento e doutrina", o general Kamil Basoglu, renunciaram, indicou a agência.

O anúncio foi feito um dia após o presidente Recep Tayyip Erdogan destituir 149 generais e almirantes por sua suposta participação na tentativa de golpe de 15 de julho.

A renúncia de dois dos membros de mais alto escalão do exército turco ocorre horas antes de uma reunião do conselho militar supremo, na qual serão decididas as substituições dos militares destituídos e processados pela justiça.

Uma pequena parte do exército turco tentou tomar o poder na Turquia na madrugada de 16 de julho, apoderando-se de tanques, aviões caça e helicópteros, e semeando o caos nas ruas das principais cidades do país.

O golpe de Estado frustrado deixou 270 mortos.

O governo acusa o pregador Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos, de estar por trás desta tentativa de golpe, o que ele nega.

fo-iw/pt/jh/meb/pc/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos