Site de Melania Trump é tirado do ar após dúvidas sobre diploma

Nova York, 29 Jul 2016 (AFP) - Uma semana depois da polêmica pelo plágio de trechos do discurso da primeira-dama Michelle Obama feito na Convenção Nacional Democrata de 2008, o portal da mulher do magnata Donald Trump, Melania, desapareceu misteriosamente, quando questionamentos sobre sua formação universitária começaram a surgir na imprensa.

"O site em questão, criado em 2012, foi removido porque não reflete, acuradamente, minha ocupação atual e meus interesses profissionais", alegou Melania Trump, em tuíte nesta quinta-feira.

O portal desapareceu depois que a imprensa americana questionou se a mulher do candidato republicano à Casa Branca tinha, de fato, uma licenciatura em Arquitetura da Universidade de Ljubljana, na Eslovênia, conforme descrição de sua biografia até então disponível na página.

Melania Trump disse à emissora de televisão americana MSNBC em fevereiro que apenas "estudou" Desenho e Arquitetura. Em entrevista à revista GQ Magazine publicada em abril passado, ela contou ter deixado os estudos um ano depois para seguir a carreira de modelo em Milão e em Paris.

Agora, quem tentar acessar o site www.melaniatrump.com será automaticamente redirecionado para o site da empresa de seu marido.

Enquanto seus três filhos mais velhos - Donald Jr., Ivanka e Eric -, que ocupam posições executivas na Organização Trump, têm biografias na página, não há nada sobre Melania. Ela tampouco é mencionada na biografia de 4.000 palavras do marido que está on-line.

O tuíte de hoje é algo incomum para Melania desde que Donald Trump lançou sua polêmica campanha à Casa Branca, há 13 meses, pelo Partido Republicano.

A ex-modelo costumava postar sobre estilo, comida e fotografias cênicas, raramente tuitando desde o ingresso do marido na cena política.

Na semana passada, a assessora Meredith McIver admitiu ter usado frases de Michelle Obama para montar o discurso escrito para ser lido por Melania Trump na Convenção Nacional Republicana. Meredith pediu desculpas e chegou a oferecer sua renúncia depois da acusação de plágio.

bd-jm/ec/tt/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos