UE adverte Turquia sobre negociações de adesão ao bloco

Berlim, 29 Jul 2016 (AFP) - O comissário europeu de Ampliação, Johannes Hahn, lançou uma advertência implícita à Turquia sobre o congelamento das negociações de adesão à União Europeia (UE) se Ancara não tratar os supostos envolvidos no golpe de Estado dentro da lei.

"Apesar de, em minha opinião, as medidas tomadas depois da tentativa de golpe serem desproporcionais, é preciso ver como as pessoas estão sendo tratadas", declarou Hahn ao jornal alemão Süddeutsche Zeitung.

"Se houver a mínima dúvida de que não estão sendo tratadas de forma correta, haverá consequências", alertou, em alusão ao processo de adesão da Turquia à UE, que teve início em 2005 e que desde então avança muito lentamente.

Desde a tentativa de golpe em meados de julho na Turquia, cerca de 16.000 pessoas foram detidas como parte de expurgos em massa no exército, nos meios de comunicação e aparelho judicial, o que tem recebido duras críticas na Europa e Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos