Dezenas de feridos e vinte detidos em distúrbios na Armênia

Erevan, 30 Jul 2016 (AFP) - Dezenas de pessoas foram hospitalizadas e 26 acabaram detidas após confrontos entre a polícia e manifestantes em Erevan, onde um grupo armado mantém reféns em uma delegacia, informaram as autoridades da Armênia neste sábado.

Sessenta pessoas foram levadas a vários hospitais da capital e algumas apresentavam queimaduras e extremidades quebradas, informou o ministério da Saúde.

Os confrontos começaram na noite de sexta-feira e se prolongaram durante a madrugada perto de uma delegacia de polícia onde um grupo armado, simpatizante da oposição, está entrincheirado com reféns para exigir a renúncia do presidente armênio, Serge Sarkissian.

Também ocorreram tiroteios entre a polícia e este grupo na sexta-feira.

A polícia utilizou cassetetes e bombas de fumaça contra o protesto em apoio ao grupo armado, simpatizante do líder opositor detido Zhirair Sefilyan, que invadiu a delegacia no dia 17 de julho depois de matar um policial.

A polícia armênia afirmou que 165 pessoas foram detidas durante os distúrbios, 26 das quais ficaram presas, enquanto as demais foram liberadas.

mkh-ma/afm/jvb.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos