Duas irmãs são mortas pelo irmão em nome da honra no Paquistão

Lahore, Paquistão, 30 Jul 2016 (AFP) - Duas irmãs foram assassinadas a tiros pelo irmão porque se preparavam para casar com dois homens sem seu consentimento, no mais recente crime realizado em nome da honra no Paquistão, anunciou neste sábado a polícia.

Kosar e Gulzar Bibi, de 22 e 28 anos, foram mortas na sexta-feira por seu irmão Nasir Husain, de 35 anos, um dia antes de se casarem na província de Punjab (centro), explicou à AFP um oficial da polícia, Mehar Riaz.

Segundo esta fonte, Nasir se opunha a ambos os casamentos e queria que suas irmãs se casassem com homens escolhidos entre sua família distante.

"O irmão matou a tiros suas irmãs ontem e fugiu", declarou o oficial, que acrescentou que o indivíduo está sendo procurado pela polícia.

"Trata-se de um crime de honra", declarou.

Questionado pelos jornalistas, Ata Mohamad, pai de Kosar, Gulzar e de seu irmão, disse estar devastado. "Ele (Nasir) arruinou a família, nos destruiu", declarou.

A cada ano no Paquistão, um país muito patriarcal, centenas de mulheres são assassinadas por seus próprios familiares por terem supostamente manchado a honra familiar.

Uma controversa disposição do direito islâmico, em vigor no país, prevê que os homens que matam mulheres de sua família podem ficar impunes diante da justiça se seus parentes os "perdoarem" em troca do pagamento uma multa.

Um comitê composto por membros das duas câmaras do Parlamento adotou por unanimidade em 21 de julho emendas às leis existentes a respeito dos crimes de "honra" e dos estupros, que poderão ser votadas nas próximas semanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos