EUA investigam queda de balão que matou 16 pessoas no Texas

Washington, 31 Jul 2016 (AFP) - A Agência Federal de Segurança nos Transportes dos Estados Unidos (NTSB), que assumiu a liderança da investigação sobre o acidente com um balão no Texas que deixou 18 mortos no sábado, pediu ao público que forneça vídeos ou fotos do incidente.

A identificação das vítimas deste que foi um dos piores acidentes com balões da história será "um longo processo", informou o gabinete do xerife do condado de Caldwell em um comunicado.

"Nosso objetivo não é resolver isso nesta semana", declarou Robert Sumwalt, um funcionário da NTSB em entrevista a repórteres no Aeroporto Nacional Reagan, em Washington.

"Nosso objetivo enquanto estivermos na cena (do acidente) é recolher as provas perecíveis - informações que vão desaparecer com o passar do tempo", e finalmente determinar "por que isso aconteceu, para que possamos evitar que ocorra novamente".

A Administração Federal de Aviação (FAA) e o Escritório Federal de Investigação (FBI) estão ajudando na investigação.

O NTSB enviou no sábado uma equipe de especialistas técnicos de Washington para o lugar do acidente, onde eles primeiro irão examinar a região a pé e observar "três elementos: o humano, a máquina e o meio ambiente", explicou Sumwalt.

"O que isso realmente significa é que nós estamos olhando para o funcionamento do balão, (a ação) do piloto, a empresa que operava o balão", disse.

O balão pegou fogo e caiu logo após o amanhecer nos arredores da cidade de Lockhart, cerca de 50 quilômetros ao sul de Austin, informou a FAA em um comunicado.

Sumwalt confirmou que as 16 pessoas que estavam a bordo morreram. As autoridades não informaram o nome da empresa que operava o balão e também não divulgaram o nome das vítimas.

O clima não parece ter sido um problema, já que as temperaturas estavam moderadas e o vento estava fraco.

Moradores da região especularam que o balão, visto flutuando em baixa altitude, pode ter atingido uma linha de alta tensão que passa pelo campo.

"Eu não vi a queda do balão. Ouvi apenas o barulho. Ouvi o barulho e então a primeira coisa que vi foi uma bola de fogo", contou Margaret Wylie, de 66 anos, que presenciou parcialmente o acidente, à rede de televisão TWC News austin.

Colisões com linhas de energia são uma das principais causas de acidentes de balão de ar quente.

Entre 1964 e 2013, a NTSB investigou 760 acidentes de balões, dos quais 67 tiveram desfecho fatal.

Em 8 de agosto de 1993, seis pessoas morreram perto de Aspen, no Colorado. Seu balão bateu em uma linha de transmissão elétrica, e a cesta se soltou a 30 metros do solo.

Em maio de 2014, na Virgínia, outro balão pegou fogo, depois de se chocar contra uma linha de alta tensão. Três pessoas morreram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos