Iêmen: salafistas explodem mesquita do século XVI

Áden, Iêmen, 31 Jul 2016 (AFP) - Islamitas sunitas radicais do Iêmen explodiram uma mesquita do século XVI, a qual abrigava o mausoléu de um teólogo sufista venerado em Taez, no sudoeste do país - informou uma autoridade local neste domingo (31).

Sob o comando do líder salafista conhecido como Abu al-Abbas, homens armados detonaram a mesquita do xeque Abdel Hadi al-Soudi na noite de sexta-feira.

A Comissão iemenita para Antiguidades e Museus condenou o ataque ao local, o mais conhecido em Taez, terceira maior cidade do país. Segundo essa comissão, o domo branco dessa mesquita era "um dos maiores do Iêmen e um dos mais belos locais religiosos na velha Taez".

Alguns grupos islamitas radicais consideram o sufismo, um braço místico do Islã que venera santos, como uma heresia.

Desde o ano passado, os rebeldes xiitas huthis, que lutam contra as forças do governo do presidente iemenita, Abd Rabbo Mansour, cercam setores da cidade de Taez, de 70.000 habitantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos