Quatro soldados turcos morrem em dois ataques do PKK

Ancara, 31 Jul 2016 (AFP) - Combatentes da rebelião curda do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) mataram quatro soldados turcos, neste domingo, em dois ataques, no nordeste e no sudeste da Turquia, informaram meios de comunicação do país.

Três militares foram mortos e dois ficaram feridos em Ordu, cidade às margens do Mar Negro, no nordeste do país, informou o governador provincial, Irfan Balkanlioglu, à agência privada Dogan.

Um soldado foi morto e seis ficaram feridos em outro ataque realizado pelo PKK na província de Hakari, no sudeste do país, uma região de maioria curda, informou o Exército.

Na sexta-feira, oito soldados turcos morreram em combates com o PKK também na província de Hakari, o balanço mais grave desde a tentativa de golpe de Estado fracassado de 15 de julho.

As operações contra o Exército se multiplicaram desde julho de 2015, quando terminaram os dois anos e meio de cessar-fogo no sudeste do país, povoado sobretudo por curdos.

Nos últimos meses, o governo turco lançou operações militares contra o PKK para tentar expulsar os combatentes curdos das cidades.

Desde o começo da insurreição do PKK, em 1984, quase 40.000 pessoas morreram nos combates.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos