Bélgica investiga agressão contra padre

Bruxelas, 1 Ago 2016 (AFP) - A polícia belga está investigando a agressão a um padre, que foi atacado com uma faca por homem que afirmou ser solicitante de asilo, um incidente que não teria relação com o jihadismo, informou a Promotoria de Limburg.

O padre, que ficou ferido na mão, foi levado para um hospital e está fora de perigo, segundo a Promotoria.

O agressor compareceu à casa do padre Jos Vanderlee, de 65 anos, em Lanaken (leste), no domingo. Ele pediu ajuda e perguntou se poderia tomar um banho.

Após a ducha, o homem pediu dinheiro, o que o padre negou e neste momento aconteceu o ataque. O homem conseguiu fugir.

De acordo com os primeiros elementos da investigação, a agressão não tem relação com o grupo extremista Estado Islâmico (EI) nem com os ataques mais recentes na Europa.

No dia 26 de julho, dois homens que afirmaram pertencer ao EI assassinaram um padre em plena missa perto de Rouen, na região noroeste da França. Os dois foram mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos