Noruega recomenda às grávidas que evitem Miami por risco de zika

Oslo, 2 Ago 2016 (AFP) - As autoridades de saúde da Noruega recomendaram nesta terça-feira às mulheres grávidas que não viajem à cidade americana de Miami pelo risco de contrair o vírus da zika,

"Desaconselhamos que mulheres grávidas viajem a Miami e as pessoas que estiveram em Miami têm que tomar precauções na volta", afirma um comunicado do Instituto Norueguês de Saúde Pública.

A recomendação foi anunciada depois da detecção de 14 casos de zika transmitidos por mosquitos em Wynwood, um bairro de Miami (Flórida, costa leste dos Estados Unidos).

Na segunda-feira, as autoridades americanas divulgaram uma recomendação similar, mas apenas para este bairro específico, ao contrário do instituto norueguês, que acredita na possibilidade de propagação do vírus por toda a cidade.

O zika, que até agora afetou principalmente países da América do Sul e América Central, é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e em alguns casos por relação sexual.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos