Atriz mexicana pede que Ministério Público retire acusações por entrevista com El Chapo

México, 3 Ago 2016 (AFP) - A atriz Kate del Castillo, que é acusada de obstrução da justiça depois de ter entrevistado o narcotraficante "El Chapo" Guzmán, apresentou uma petição ante o Ministério Público Federal do México para que encerre a investigação, disse seu advogado.

O representante legal da atriz se queixou de não ter tido acesso à investigação que o Ministério Público abriu contra sua cliente.

"Só se sabe que ela está sendo acusada de obstrução da justiça e lavagem de dinheiro porque o gabinete do Procurador Geral foi obrigado a informar um juiz federal sobre as acusações através de uma liminar", explicou em um comunicado Harlan Braun, advogado de Kate del Castillo.

As autoridades abriram uma investigação contra ela após o encontro que a atriz e o ator americano Sean Penn tiveram com Joaquín "El Chapo" Guzmán em seu esconderijo nas montanhas em outubro de 2015, quando estava foragido após sua segunda fuga de uma prisão de segurança máxima.

Este encontro foi divulgado em 12 de janeiro de 2016 pela revista Rolling Stone, em um texto de Sean Penn no qual narrava como foi o encontro com o traficante mexicano mais famoso. "El Chapo" foi detido no dia 8 de janeiro em Sinaloa.

"Kate deixou claro que seu único objetivo era produzir um projeto artístico e jornalístico sobre a vida de Guzmán e convertê-lo em um projeto de filme convincente e informativo que ajude os mexicanos e os americanos a entender o negócio mortal dos cartéis da droga", afirma o comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos