Líder do partido maoísta é eleito primeiro-ministro no Nepal

Katmandu, 3 Ago 2016 (AFP) - Pushpa Kamal Dahal, líder do partido maoísta e ex-líder de uma rebelião armada no Nepal, foi eleito nesta quarta-feira sem surpresas primeiro-ministro, em uma votação parlamentar em que era o único candidato.

Dahal já havia sido primeiro-ministro entre 2008 e 2009, e na votação desta quarta foi eleito com o apoio de 363 dos 573 parlamentares.

Dahal vai suceder KP Sharma Oli que anunciou sua renúncia em 24 de julho, pouco antes de um voto de censura.

Os ex-rebeldes maoístas defenderam o voto de censura depois que o premiê deixou a frágil coalizão de governo, duas semanas antes, acusando o governo de revisar acordos passados e culpando-o pelos problemas provocados pela adoção em setembro de 2015 de uma constituição controversa.

Pushpa Kamal Dahal, mais conhecido por seu nome de guerra Prachanda (o que significa o feroz em nepali), venceu as eleições de 2008, as primeiras após a guerra civil, mas deixou o cargo depois de nove meses por um conflito com o exército.

O conflito durou dez anos e terminou em 2006, deixando 16.000 mortos e centenas de desaparecidos.

pm-amu/jac/at/an/age/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos