Paraguai anuncia reunião do Mercosul por Venezuela

Assunção, Paraguai, 4 Ago 2016 (AFP) - O Paraguai anunciou, nesta quarta-feira (3), uma reunião do Mercosul amanhã, em sua sua sede, Montevidéu, enquanto o Uruguai negou ser responsável pela crise que afeta o bloco regional pela transferência de sua presidência pro tempore para a Venezuela.

Em mais um dia de tensão política para o bloco, foi Assunção que divulgou a realização de uma reunião de vice-chanceleres e de coordenadores técnicos do Mercosul na capital do Uruguai.

A reunião não foi confirmada pela Chancelaria em Montevidéu.

Segundo o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga, o encontro incluirá representantes de Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai e será na sede do Mercosul. Não contará com a presença de delegados da Venezuela.

"Em Montevidéu, vamos discutir como enfrentar esses seis meses que vêm. Talvez possamos ir revisando o Protocolo de Adesão da Venezuela para resolver essa situação da presidência e pode, tranquilamente, seguir-se depois a ordem alfabética, e a Argentina tomar a presidência", afirmou Loizaga em entrevista coletiva em Assunção.

Em nota, a Chancelaria paraguaia disse que o encontro será na sede do Mercosul, a partir das 13h GMT (10h, horário de Brasília), de amanhã.

"A sede administrativa pertence a todos os Estados-membros", frisou o chanceler paraguaio, acrescentando que a reunião "não se faz sob o guarda-chuva do governo do Uruguai que era, em seu momento, o coordenador".

"Nós nos autoconvocamos. Falamos com os chanceleres José Serra e Susana Malcorra (Argentina) e decidimos nos reunir em Montevidéu para analisar toda a documentação também", completou.

mr-hro/val/tt/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos