Expulso da França argelino considerado 'ameaça grave'

Paris, 4 Ago 2016 (AFP) - O argelino Abdelkrim Mostefai foi expulso da França nesta quinta-feira (4), de volta para seu país, por representar uma "ameaça grave" para a ordem pública - anunciou o Ministério francês do Interior.

Os respectivos serviços do Ministério "procederam hoje à expulsão para a Argélia de Abdelkrim Mostefai, nacional desse país", informou o órgão em um comunicado.

Uma fonte policial disse que Abdelkrim Mostefai não tem qualquer vínculo de parentesco com Ismaël Mostefaï, um dos agressores da casa de shows parisiense Bataclan nos atentados de 13 de novembro passado.

A expulsão foi decidida "devido à ameaça grave que representava para a ordem pública manter este indivíduo em território francês", justificou o Ministério, sem especificar qual acusação pesava contra Abdelkrim Mostefai.

"Essa medida permitiu pôr em marcha o procedimento de afastamento, a partir do momento em que se detecte sua presença em solo francês", acrescentou a nota.

"Abdelkrim Mostefai estava supostamente envolvido em redes jihadistas", afirmou a fonte policial.

Desde 2012, foram realizadas 80 expulsões no âmbito da luta contra o terrorismo, segundo o Ministério do Interior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos