Austrália suspende ajuda à ONG World Vision em Gaza

Jerusalém, 5 Ago 2016 (AFP) - A Austrália anunciou a suspensão de suas contribuições à World Vision nos territórios palestinos, após a detenção do diretor em Gaza desta ONG cristã americana, acusado por Israel de ter desviado fundos para financiar o Hamas.

As autoridades israelenses comunicaram na quinta-feira que detiveram e acusaram o diretor da World Vision na Faixa de Gaza, Mohamed Halabi, acusando-o de ter desviado nos últimos anos dezenas de milhares de dólares em fundos e material em benefício do movimento islamita Hamas, que governa no enclave palestino.

Em um comunicado publicado na noite de quinta-feira pela embaixada australiana em Israel, Camberra considerou "profundamente preocupantes" as acusações contra o diretor da World Vision (em Gaza) e classificou de deplorável qualquer "desvio por parte do Hamas do apoio generoso da Austrália e da comunidade internacional para fins militares ou terroristas".

Por sua vez, a World Vision afirmou que não tinha motivos para acreditar nas acusações contra Halabi.

"Com base nas informações que temos até agora, não temos motivos para acreditar que estas acusações sejam certas", indicou a organização em um comunicado.

Israel e o Hamas se enfrentaram em três guerras entre 2008 e 2014 na Faixa de Gaza, e Israel mantém o território sob um rígido bloqueio por terra, mar e ar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos