Trump fala em compromisso de 'mão-dupla' com nações protegidas pelos EUA

Washington, 5 Ago 2016 (AFP) - O candidato à Casa Branca, Donald Trump, atacou o Japão, aliado americano, nesta sexta-feira (5), expressando sua frustração sobre Washington defender a nação asiática, mas se os Estados Unidos forem atacados, os japoneses podem "sentar em casa e ver sua televisão Sony".

O nomeado candidato Republicano lançou o ataque durante um discurso em Iowa, onde retomou suas críticas aos países que não utilizam seu "peso" em termos de contribuição financeira à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), e aos países como Japão e Coreia do Sul que recebem a proteção dos EUA.

"Vocês sabem que temos um tratado com o Japão, onde se o Japão for atacado, nós temos que usar toda a força dos Estados Unidos", disse Trump.

"Se formos atacados, o Japão não tem que fazer nada. Eles podem sentar em casa e ver sua televisão Sony, certo?".

Trump acrescentou que os Estados Unidos protegem o Japão, Coreia do Sul, Alemanha, Arábia Saudita e outras nações, e "eles não pagam nada perto de quanto isso custa".

"Eles tem que pagar. Porque isso não é há 40 anos", adicionou.

"Isso tem que ser uma via de mão-dupla".

A aliança do Japão com Washington tem sido a base de sua defesa desde o fim da Segunda Guerra Mundial, e o país ainda abriga 47.000 tropas americanas.

Trump mexeu com a preocupação internacional em abril ao assinalar que os Estados-membros da Otan deveriam começar a pagar uma "fatia justa", e que o Japão e a Coreia do Sul deveriam estar preparados para se armarem a fim de impedir uma ameaça da Coreia do Norte.

"Pode ser que o Japão tenha que se defender contra a Coreia do Norte", disse Trump nesta sexta-feira.

"Vocês sempre tem que estar preparados para andar", disse Trump sobre conseguir aliados que carreguem seu peso financeiro.

"Eu não penso que nós iremos andar, eu não penso que isso será necessário. Embora possa ser".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos