Hillary é mentalmente desequilibrada, ataca Trump

Washington, 7 Ago 2016 (AFP) - O candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump, disse neste sábado (7) que sua oponente democrata, Hillary Clinton, pode ser mentalmente instável, depois que a ex-secretária de Estado admitiu que pode ter sofrido um "curto-circuito" ao falar sobre o uso de seus e-mails à frente da pasta.

"As pessoas desse país não querem alguém que tenha um curto-circuito", disse Trump a correligionários em um evento de campanha no estado de New Hampshire.

"É uma perigosa mentirosa", afirmou.

"É uma pessoa totalmente maluca. Está desequilibrada", atacou o republicano, enquanto o público, reunido no município de Windham durante um ato transmitido on-line, pedia que a democrata seja presa.

"Lock her up" se tornou o bordão repetido em coro pela multidão nos comícios do magnata nova-iorquino.

Na sexta-feira (6), Hillary reconheceu que "pode ter tido um curto-circuito", quando tentava esclarecer declarações sobre o uso de um servidor de e-mail privado, no período em que chefiou o Departamento de Estado.

Também neste sábado, Trump publicou comentários em sua página no Facebook, nos quais se referia à rival como "Robô Hillary".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos