Earl deixa 40 mortos no México

Puebla, México, 8 Ago 2016 (AFP) - Ao menos 40 pessoas morreram, e várias seguem desaparecidas em deslizamentos de terra e desabamentos nos estados mexicanos de Puebla (centro) e Veracruz (leste) decorrentes da já dissipada tempestade tropical Earl - informaram as autoridades neste domingo (7).

Em nota, o governo de Puebla ampliou o número de óbitos de 28 para 29 pessoas, entre elas 15 menores, na serra norte. Vários moradores foram soterrados em deslizamentos. Já o governo de Veracruz elevou para onze os óbitos em circunstâncias similares em seu estado.

As autoridades socorreram cerca de 200 desabrigados em albergues e esperam atender a mais 300 moradores.

As chuvas torrenciais também causaram deslizamentos em estradas, duas pontes sobre o rio Necaxa foram danificadas, e algumas comunidades sofreram corte de energia, descreveu o governo de Puebla.

O governador do estado, Rafael Moreno Valle, seguiu para Huauchinango para coordenar as tarefas de resgate e pediu ao governo federal que declare estado de emergência.

Depois de chegar à categoria de furacão, o Earl perdeu força ao tocar a costa de Belize. Entrou pelo estado de Tabasco, no sul do México, na noite de quinta, já como tormenta tropical, terminando no mesmo dia.

Neste domingo, formou-se no Pacífico a tempestade tropical Javier. Às 21h GMT (18h de Brasília), Javier se encontrava 140 km ao sul de Corrientes, Jalisco (oeste), e a 245 km de Manzanillo, Colima (oeste).

Javier se afastava da costa mexicana na direção oeste-noroeste a 22 km/h com ventos máximos sustentados de 75 km/h e rajadas de até 95 km/h, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos