Ex-presidente iraniano Ahmadinejad exige que Obama devolva fundos congelados

Teerã, 8 Ago 2016 (AFP) - O ex-presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad, que segundo rumores planeja voltar à política, pediu ao presidente americano, Barack Obama, a devolução de 2 bilhões de dólares de fundos congelados nos Estados Unidos em uma carta publicada nesta segunda-feira.

Ahmedinejad disse que, apesar das promessas do presidente americano para melhorar os laços com o Irã, "prosseguiu com as mesmas políticas hostis e o mesmo tom de inimizade".

O ex-presidente fez referência aos 2 bilhões de dólares que a Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu deduzir no fim de abril dos fundos iranianos congelados no país para compensar as milhares de vítimas e familiares americanos de atentados fomentados ou apoiados pelo Irã.

Teerã recorreu desta decisão ante a Corte Internacional de Justiça.

"Aconselho-o ardorosamente a não deixar que esta histórica difamação e amargo incidente levem o selo de seu nome", escreveu Ahmadinejad.

A carta coincide com os rumores de que o controverso ex-presidente, que dirigiu o país entre 2005 e 2013, estaria trabalhando para se apresentar às eleições presidenciais do próximo ano no Irã.

Nas últimas semanas protagonizou múltiplas aparições públicas, embora ainda não tenha anunciado formalmente que pense em se apresentar a um novo mandato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos