Vaticano ordena julgamento canônico de padre condenado por pedofilia

Em Santiago (Chile)

  • Alessandro Bianchi/ Reuters

    Congregação para a Doutrina da Fé o julgamento de O'Reilly, condenado por abusos sexuais contra um menor entre 2010 e 2012, em um colégio chileno

    Congregação para a Doutrina da Fé o julgamento de O'Reilly, condenado por abusos sexuais contra um menor entre 2010 e 2012, em um colégio chileno

O Vaticano anunciou nesta segunda-feira (8) um julgamento canônico contra o padre irlandês John O'Reilly, ex-líder da Congregação dos Legionários de Cristo, condenado no Chile a quatro anos de liberdade vigiada por abuso sexual de um menor.

A Congregação para a Doutrina da Fé (CDF) ordenou o julgamento de O'Reilly, que em novembro de 2014 foi condenado por abusos sexuais contra um menor entre 2010 e 2012, em um colégio da Ordem dos Legionários de Cristo, em Santiago.

"John O'Reilly declarou no tribunal da CDF sua total disponibilidade para colaborar, de acordo com o cronograma e o procedimento estabelecidos pelas autoridades pertinentes", informou a Congregação dos Legionários de Cristo no Chile.

Em agosto do ano passado, O'Reilly foi expulso do Chile, medida que cumprirá assim que concluir a pena imposta pela justiça chilena.

O'Reilly, que está proibido de exercer funções religiosas públicas, afirma ser inocente e nega as condutas ilícitas pelas quais foi condenado.

A Congregação dos Legionários de Cristo está no centro de um escândalo mundial pelo comportamento de seu fundador, o mexicano Marcial Maciel, falecido em 2008, acusado de abusos sexuais de menores e que manteve uma vida dupla, com duas mulheres e vários filhos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos