Almirante turco pede asilo aos EUA após golpe de Estado frustrado

Ancara, 10 Ago 2016 (AFP) - Um almirante do exército turco que trabalha em uma base da Otan nos Estados Unidos solicitou asilo neste país depois de ter sido requerido pelo governo turco após a tentativa de golpe em seu país, informou nesta quarta-feira a agência pró-governamental Anatolia.

O contra-almirante Mustafa Zeki Ugurlu, sobre quem pesa uma ordem de detenção da justiça turca, foi expulso recentemente das forças armadas.

Tinha seu posto na base da Aliança Atlântica de Norfolk, Virgínia (leste dos Estados Unidos), indicou a agência, que não informou se o pedido foi aceito ou não.

Após o golpe de Estado frustrado que deixou 273 mortos na noite de 15 de julho, as autoridades turcas lançaram um expurgo dentro do Estado que afetou principalmente o exército, cuja hierarquia foi dizimada, e os funcionários em geral.

O expurgo busca "limpar" a função pública de simpatizantes de Fettullah Gülen, pregador exilado nos Estados Unidos e inimigo jurado do presidente turco, Recep Tayyep Erdogan, que acusa Gülen de ter organizado o golpe. Dezenas de milhares de funcionários foram demitidos e 16.000 suspeitos acusados e presos.

O pedido de asilo do militar turco coincide com um momento no qual as relações entre Estados Unidos e Turquia não atravessam seu melhor momento, já que Ancara acusa Washington de atrasar a extradição do ex-imã, que vive nos Estados Unidos desde 1999.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos