Atentados com bomba atribuídos ao PKK matam oito na Turquia

Diyarbakir, Turquia, 10 Ago 2016 (AFP) - Pelo menos oito pessoas morreram, nesta quarta-feira (10), em dois ataques simultâneos no sudeste da Turquia, atribuídos aos rebeldes curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) - anunciou uma autoridade de segurança.

Cinco pessoas, quatro civis e um policial, morreram em um ataque com carro-bomba no centro da cidade de Diyarbakir, segundo essa fonte. O ataque deixou 12 feridos, entre eles cinco agentes, anunciou o governo de Diyarbakir, capital dessa província de maioria curda.

Outra deflagração, lançada quase ao mesmo tempo na localidade de Kiziltepe, província de Mardin (sul), matou três civis, também de acordo com fontes de segurança. A rede NTV informou que 25 pessoas ficaram feridas.

As duas bombas explodiram na passagem de veículos da polícia.

Horas antes, cinco soldados morreram em outro ataque igualmente atribuído aos rebeldes turcos em Uludere, província de Sirnak (sudeste), perto da fronteira com o Iraque.

Centenas de membros das forças de segurança turcas morreram em ataques do PKK desde o fim da trégua de dois anos entre o grupo e Ancara, em julho de 2015.

Desde o início do conflito entre os rebeldes curdos e o Estado turco, em 1984, mais de 40.000 pessoas já morreram. O PKK é considerado um grupo terrorista por Turquia, União Europeia e Estados Unidos.

jw-pt/cls/cn/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos