França detém homem ligado a terroristas que degolaram padre

Paris, 10 Ago 2016 (AFP) - Um indivíduo de 21 anos relacionado aos dois terroristas que no mês passado degolaram um padre em plena missa na França foi preso perto de Toulouse (sudoeste), informou nesta quarta-feira uma fonte judicial.

O homem, detido na segunda-feira, estava sendo interrogado pelos serviços antiterroristas, que podem mantê-lo por até quatro dias em prisão preventiva.

Segundo uma fonte policial, esteve em contato por telefone com os dois autores do assassinato do sacerdote de 85 anos em uma igreja perto de Rouen, na Normandia (norte). O ataque foi reivindicado pela organização extremista Estado Islâmico (EI).

De acordo com os investigadores, o detido não estava na igreja de Saint-Etienne-du Rouvray no dia do ataque, mas querem saber se esteve ali nos dias anteriores.

Em 26 de julho, Adel Kermiche e Abdel Malik Petitjean, ambos de 19 anos, tomaram cinco pessoas como reféns e degolaram o padre durante a celebração da missa. Foram abatidos pela polícia.

Os dois homens, que viviam a 700 km de distância, se conheceram poucos dias antes de cometer o ataque através do aplicativo de mensagens Telegram.

nal-rb-sva/tmo/blb/at/es/js/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos