Três mortos e 1.000 evacuados em incêndios na Madeira em Portugal

Lisboa, 10 Ago 2016 (AFP) - Os incêndios declarados na ilha portuguesa da Madeira deixaram três mortos na noite de terça-feira e mil pessoas precisaram ser evacuadas, incluindo turistas, indicaram as autoridades.

As três vítimas morreram depois que suas casas foram incendiadas, perto do centro histórico do Funchal, capital regional, alcançado pelas chamas durante a noite.

Os meios de comunicação locais também informaram sobre dois feridos em estado grave.

"Mil pessoas precisaram ser evacuadas de casas e hotéis, moradores e turistas", indicou o prefeito do Funchal, Paulo Cafofo, citado pela agência Lusa, informando que algumas foram realocadas em instalações militares e outras em um estádio de futebol.

Os incêndios foram declarados na noite de segunda-feira na zona alta da cidade. A situação se degradou bruscamente na noite de terça-feira devido ao vento forte.

Além disso, a parte continental de Portugal também foi afetada por importantes incêndios florestais desde sexta-feira, especialmente na metade norte do país, onde foi declarado o risco de "muito elevado" a "máximo" de incêndio nesta quarta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos