Família de jovem estrangulada em NY reúne US$ 200 mil para disque-denúncia

Nova York, 11 Ago 2016 (AFP) - Os pais de uma nova-iorquina brutalmente assassinada quando corria de madrugada conseguiram levantar quase US$ 200 mil em 24 horas, na esperança de levar o responsável à Justiça.

Karina Vetrano, de 30, foi morta em 2 de agosto, quando saiu sozinha para correr às 5h, perto de casa, em Howard Beach, uma área nobre no Queens.

A Polícia disse que a vítima foi arrastada para fora da pista de corrida, em uma área do parque dominada por mato e pântano. Ela foi violentada e estrangulada.

O homicídio de uma jovem durante o dia, em uma parte nobre da cidade, chocou os nova-iorquinos, acostumados com baixos índices de criminalidade.

Seus pais, Cathy e Phil Vetrano, e outros moradores da vizinhança criaram uma página on-line de arrecadação de fundos, com o objetivo de levantar US$ 200 mil como recompensa por informações, além dos US$ 20 mil já oferecidos pela Polícia.

Em um único dia, eles quase atingiram a meta, com mais de US$ 192,9 mil arrecadados, de acordo com o site GoFundMe.

"Esses fundos são a única coisa que sentimos que podemos fazer para estimular qualquer pessoa com informação a se apresentar com alguma coisa que leve a uma detenção", explica a página.

A Polícia acredita que Karina tenha sido vítima de um agressor aleatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos