Assessor de Trump é mencionado em investigação de corrupção na Ucrânia

Washington, 15 Ago 2016 (AFP) - Investigadores de um caso de corrupção na Ucrânia sustentam que Paul Manafort, chefe de campanha do candidato presidencial republicano Donald Trump, recebeu anos atrás um pagamento ilegal não registrado de 12,7 milhões de dólares em dinheiro, informou o jornal The New York Times.

Não está claro se Manafort recebeu realmente este dinheiro destinado a ele entre 2007 e 2012 quando trabalhava como assessor do partido do então presidente pró-russo da Ucrânia, Viktor Yanukovich, disse o The New York Times.

Manafort emitiu um comunicado negando veementemente que tenha agido mal. "A sugestão de que aceitei pagamentos em dinheiro não tem fundamento, é absurda e ridícula", afirma no comunicado, segundo a NBC News.

O nome de Manafort aparece 22 vezes em 400 páginas escritas a mão em caracteres cirílicos em livros de contabilidade encontrados na sede central do partido de Yanukovich, afirma o Times. O artigo inclui a imagem de uma das páginas. Os pagamentos totalizam 12,7 milhões de dólares.

Os livros foram obtidos pelo Gabinete Nacional Anti-Corrupção da Ucrânia. Os investigadores sustentam que a rede foi usada para desviar ativos da Ucrânia e influenciar nas eleições enquanto Yanukovich estava no poder.

A candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, estimou, por sua vez, que as revelações do jornal eram preocupantes e exigiu que Trump esclarecesse as conexões de alguns de seus colaboradores diretos com o Kremlin.

"Donald Trump tem o dever de revelar os laços que existem entre seu diretor de campanha, Paul Manafort, e todos os funcionários de sua campanha com organismos russos ou pró-Kremlin", disse Clinton.

Yanukovich foi afastado do poder por uma rebelião pró-ocidental em 2014, após a qual a Rússia ocupou a península da Crimeia e apoiou um movimento separatista no leste do país que combate Kiev. O conflito deixou 9.500 mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos