Enchentes deixam seis mortos e 20 mil desabrigados em Louisiana (EUA)

Em Washington

Inundações devastaram o Estado americano de Louisiana na segunda-feira (15), deixando seis mortos e obrigando milhares de pessoas a fugir da subida das águas depois de dias de tempestades catastróficas.

Mais de 20.000 pessoas tiveram de abandonar as suas casas e cerca de 10.000 estavam vivendo em abrigos de emergência, disseram as autoridades, desde que as chuvas começaram a atingir grande parte do sul de Louisiana, na última quinta-feira à noite.

No fim de semana, a chuva acumulada totalizou mais de 50 centímetros em cinco partes de Nova Orleans e na área de Baton Rouge.

Seis pessoas morreram e 40.000 casas e negócios ficaram sem energia, de acordo com o governador de Louisiana, John Bel Edwards, citado pela ABC News.

A Casa Branca declarou quatro paróquias (equivalentes aos condados nos demais Estados) áreas de grande desastre.

A medida disponibiliza o financiamento federal de emergência para apoiar as equipes de resgate e a eventual recuperação das áreas afetadas.

"Eu realmente espero que mais paróquias serão adicionadas à declaração de forma contínua", disse Edwards em um comunicado no qual afirmou que as inundações são "sem precedentes" no seu estado.

Imagens de TV mostraram áreas residenciais alagadas, com carros e casas parcialmente submersos na água acumulada.

As enchentes começaram a recuar em algumas áreas, segundo a mídia dos Estados Unidos, mas estão avançando para outras.

O Serviço Nacional de Meteorologia (NWS) previu que muitos canais permaneceriam acima do estágio de inundação na segunda-feira. A agência continuou a emitir avisos de enchentes, dizendo que em muitas áreas a água não recuaria por pelo menos mais um dia.

O Rio Amite, a fonte de enchentes para muitas áreas, tinha subido 35 centímetros acima do nível de inundação em uma medição, superando uma inundação recorde ocorrida em abril de 1983, disse o NWS.

"Precipitações adicionais podem cair sobre a área inundada, com entre um e 2,5 centímetros. Isto irá agravar as inundações em curso e pode atrasar o recuo da água", disse o NWS, acrescentando que o nível do Amite não deve diminuir abaixo do nível da inundação até quarta-feira de manhã.

Autoridades informaram que centenas de estradas, a maioria no sul do Estado, foram fechadas devido às inundações, e que devem permanecer assim nos próximos dias.

A Guarda Nacional da Louisiana informou que seus soldados resgataram cerca de 500 pessoas e 61 animais de estimação em apenas 24 horas, entre sexta-feira e sábado - com barcos, helicópteros e veículos altos.

"Nós tivemos literalmente centenas de pessoas que trouxeram barcos e quiseram ajudar", disse Michael Edmonson, o superintendente da polícia do Estado de Louisiana.

O NWS disse que outras áreas dos Estados Unidos enfrentaram ameaças de inundações nesta semana, desde a costa do Texas até o Estado de Ohio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos