Homem é preso suspeito de vender arma para autor de massacre de Munique

Berlim, 16 Ago 2016 (AFP) - A polícia alemã prendeu nesta terça-feira um homem suspeito de ter vendido sua arma ao jovem desequilibrado que matou nove pessoas em julho em Munique antes de cometer suicídio, informou a justiça.

Os investigadores montaram uma armadilha em Marburg (oeste) para o suposto traficante de armas, um alemão de 31 anos, entrando em contato através da internet sob o pretexto da compra de armas, indicou a Procuradoria de Frankfurt em um comunicado.

Durante estes contatos, o homem "declarou que forneceu ao atirador a Glock 17 com as munições utilizadas durante o ataque em Munique, em 22 de julho", aponta o comunicado.

David Ali Sonboly, um alemão de origem iraniana de 18 anos, semeou o terror em uma lanchonete McDonald's e em um shopping do centro da capital bávara, matando nove pessoas antes de se matar.

O jovem, que sofria de transtornos psiquiátricos, era fascinado pelo autor do massacre cometido cinco anos antes na Noruega, Anders Behring Breivick, que matou 77 pessoas.

Cinquenta e oito balas foram encontradas na cena do crime. Cerca de 300 outras munições foram achadas em sua mochila.

A tragédia relançou o debate na Alemanha sobre a necessidade de reforçar a legislação sobre as armas de fogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos