Human Rights denuncia uso de armas incendiárias por Damasco e Moscou na Síria

Beirute, 16 Ago 2016 (AFP) - Os aviões das forças síria e russa utilizaram em várias ocasiões armas incendiárias em bombardeios contra civis no norte da Síria, denunciou nesta terça-feira a ONG Human Rights Watch (HRW).

A ONG com sede em Nova York informou sobre a utilização em ao menos 18 ocasiões de bombas incendiárias desde junho, que deixaram mais de uma dezena de feridos.

"Há provas irrefutáveis de que a Rússia apoiou os aviões do governo sírio nestes ataques", ressalta.

O diretor da divisão de Armas da HRW, Stephen Goose, convocou "o governo sírio e a Rússia a pararem imediatamente de atacar as zonas civis com armas incendiárias".

"Os ataques vergonhosos com armas incendiárias na Síria refletem a falta inclassificável de respeito ao direito internacional, que limita o emprego" deste tipo de armas, afirma Goose.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos