Polícia financeira turca lança grande operação contra entorno de Gülen

Istambul, 18 Ago 2016 (AFP) - A polícia financeira turca lançou na madrugada desta quinta-feira uma grande operação em Istambul e em outras províncias contra empresas que supostamente teriam financiado o pregador Fethullah Gülen, acusado por Ancara de instigar a tentativa de golpe, informaram meios de comunicação locais.

A procuradoria emitiu 187 ordens de detenção no âmbito desta operação, a segunda desde o início da semana, especialmente contra conhecidos empresários, indicou a rede de informação CNN-Türk.

Cerca de mil policiais participam destas operações, segundo esta rede.

As equipes da polícia realizaram buscas em uma centena de casas em vários bairros de Istambul.

Uma operação similar na terça-feira, contra empresas próximas ao pregador muçulmano exilado nos Estados Unidos desde 1999, terminou com a detenção provisória de quase 100 pessoas.

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, declarou na noite de quarta-feira que, no âmbito do expurgo em massa iniciado na função pública, 40.029 pessoas foram detidas, 20.335 das quais foram indiciadas e encarceradas.

Mais de 5.000 funcionários foram demitidos e outros 80.000 suspensos após o golpe de Estado frustrado de 15 de julho, acrescentou Yildirim, em uma entrevista à rede pública TRT.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos