Turquia quer ser 'mais ativa' na Síria nos próximos meses

Istambul, 20 Ago 2016 (AFP) - A Turquia quer ser "mais ativa" na crise síria nos próximos seis meses porque o "banho de sangue deve parar" e o presidente Bashar Al-Assad "é hoje um dos atores", declarou neste sábado o primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, à imprensa.

"O derramamento de sangue deve acabar. Bebês, crianças, pessoas inocentes não devem morrer", disse o governo turco. "Esta é a razão pela qual a Turquia será mais ativa na tentativa de impedir que (esta situação) piore nos próximos seis meses", acrescentou sem dar mais detalhes.

A Turquia se reconciliou recentemente com a Rússia e estreitou seus laços com o Irã. Ambos os países são os principais aliados de Assad, enquanto Ancara sempre exigiu a sua saída.

"Gostemos ou não, Assad é hoje um dos atores" da guerra naquele país e "ele pode trabalhar pela transição", disse Yildirim.

Ainda sobre a guerra na Síria, o premiê considerou que Damasco compreendeu que os curdos "também são uma ameça para a Síria". Esta foi a primeira reação turca aos ataques sem precedentes da aviação síria em Hassaka (nordeste) contra os curdos.

"É uma situação nova (...) e está claro que o regime sírio compreendeu que a estrutura que os curdos tentam formar no norte (da Síria) começa a ser uma ameaça para a Síria também", declarou Yildirim à respeito do desejo curdo de unificar as regiões sob seu controle, do outro lado da fronteira turca.

Os aviões de combate do regime sírio atacaram na quinta e sexta-feira áreas controladas pelas forças curdas em Hassaka, cidade parcialmente controlada pelos curdos e o restante pelo regime de Assad.

Esses ataques fizeram com que os Estados Unidos intervissem pela primeira vez diretamente contra o regime sírio, enviando aviões para proteger suas forças especiais que apoiam os combatentes curdos na Síria.

Os combatentes curdos são a força mais eficaz contra os extremistas do grupo Estado Islâmico (EI).

fo-pt/me.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos