Duplo atentado causa mais de dez mortos na Somália

Mogadíscio, 22 Ago 2016 (AFP) - Ao menos dez pessoas morreram neste domingo em um duplo atentado com carro-bomba na cidade de Galkayo, no centro da Somália, declarou um policial.

"Dois carros-bomba explodiram, seu alvo foi a sede do governo local. Mais de uma dezena de pessoas morreram", afirmou o agente Mohamed Abdiqani.

Um habitante da cidade, Hasan Abdukadir, contou por sua parte 12 corpos, alguns queimados ao ponto de ficarem irreconhecíveis.

"Foi algo horrível. A primeira explosão foi provocada por um caminhão repleto de explosivos, e a segunda por um micro-ônibus", completou.

A Casa Branca condenou os atentados, que qualificou de "covardes", em um comunicado de seu Conselho de Segurança Nacional, que assessora o presidente Barack Obama.

"São uma nova tentativa dos terroristas de debilitar a Somália antes de sua transição política histórica para uma melhor representação, prevista para este outono".

Os insurgentes islamitas Shebab, afiliados à Al-Qaeda, revindicaram os atentados assegurando "ter matado ao menos 30 pessoas, entre elas militares".

Confrontados pela potência de fogo superior da força da União Africana na Somália (Amisom), mobilizada em 2007, os shebab foram expulsos de Mogadíscio em agosto de 2011.

Depois perderam seus principais redutos, mas controlam sempre vastas zonas rurais, desde onde realizam operações de guerrilha e atentados suicidas, às vezes na capital, contra os símbolos do frágil governo somali ou contra a Amisom.

A Somália, mergulhada no caos e na guerra civil desde a queda em 1991 do governo do presidente Siad Barre, organizará eleições em setembro e outubro.

nur-tmc/jz/pr/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos