Nigéria: Boko Haram mata dez pessoas em vilarejo perto de Chibok

Kano, Nigéria, 21 Ago 2016 (AFP) - O grupo islamita nigeriano Boko Haram matou dez pessoas e sequestrou outras 13 no sábado (20), em um povoado perto de Chibok, localidade onde mais de 200 estudante foram sequestradas em 2014 por esses extremistas - relataram moradores neste domingo (21).

Segundo moradores entrevistados pela AFP, os combatentes do Boko Haram chegaram à cidade de Kubrrivu na madrugada de sábado e abriram fogo contra a população local enquanto dormiam, saqueando e queimando casas. Fugiram, levando 13 mulheres e crianças.

"Os combatentes do Boko Haram estavam em quatro motos, com três em cada uma, e atiraram contra as casas enquanto as pessoas dormiam", contou Luka Damina, morador de uma cidade vizinha.

"Eles queimaram tudo, depois de terem roubado as reservas de comida e o gado, sequestrando mulheres e crianças", acrescentou.

Ayuba Alamson, um chefe comunitário da cidade de Chibok, confirmou para a AFP que 13 pessoas foram sequestradas no ataque.

"Entre essas 13 pessoas, há sete mulheres, cinco jovens e uma garota", completou.

Em 2014, a cidade de Kubrrivu foi totalmente destruída em um ataque anterior do grupo, e seus habitantes tiveram de fugir. Um ano mais tarde, o Exército nigeriano retomou o controle desse território, e os moradores reconstruíram suas casas.

A insurreição do Boko Haram já deixou mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde 2009.

Em 14 de abril de 2014, o sequestro sem precedentes de 276 adolescentes de Chibok, por parte do Boko Haram, provocou uma onda de indignação na Nigéria e no mundo. Pelo menos 57 delas conseguiram escapar pouco depois de terem sido levadas pelo grupo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos