Governo filipino espera acordo de paz com rebeldes em breve

Oslo, 22 Ago 2016 (AFP) - O governo filipino afirmou nesta segunda-feira que espera um acordo de paz com a rebelião comunista em um ano, no primeiro dia da retomada na Noruega das negociações para colocar fim a uma das mais antigas insurreições do mundo.

No governo filipino "impusemos um calendário de 9 a 12 meses", declarou Silvestre Bello, chefe da delegação governamental.

As duas partes debatem reformas econômicas e sociais, políticas e constitucionais, assim como o fim das hostilidades.

"Com este novo enfoque, esperamos respeitar nosso calendário", acrescentou Bello. "Esperamos chegar (à paz) em um ano, embora isso possa tomar um pouco mais de tempo", acrescentou.

Fundado em 1968, o Partido comunista das Filipinas lançou três meses mais tarde uma rebelião na qual ao menos 30.000 pessoas morreram, segundo cálculos oficiais.

Seu braço armado, o Novo Exército do Povo, contaria hoje com 4.000 integrantes, contra 26.000 na década de 1980.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos