Cheia do rio Ganges impede as tradicionais incinerações em suas margens

Lucknow, Índia, 23 Ago 2016 (AFP) - A cidade santa hindu de Benarés, norte da Índia, teve de suspender as tradicionais incinerações às margens do rio Ganges por causa das inundações causadas por fortes chuvas de monção.

Mais de 100.000 pessoas tiveram de abandonar suas casas nos últimos dias nos estados de Uttar Pradesh e de Bihar por culpa de chuvas que já causaram a morte de vinte pessoas.

Com a cheia do Ganges, os "ghats", escadas de acesso ao rio, e as plataformas onde são feitas as cremações foram submersas, obrigando as famílias a incinerar os corpos de seus parentes nos telhados do imóveis.

Benarés, ou Varanasi, é considerada pelos fiéis hindus um lugar privilegiado para incinerar seus mortos, cujas cinzas são jogadas no Ganges.

Também foram suspensas as incinerações em outra cidade santa de Uttar Pradesh, Alahabad, onde foram acesas fogueiras que levam ao rio.

str-abh/tha/jac/alc/jvb/jz/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos