Homem detido pelas forças de segurança palestinas acaba morto

Nablus, Territórios palestinos, 23 Ago 2016 (AFP) - Um palestino suspeito de ser o principal responsável pela morte de dois policiais foi morto pelas forças de segurança palestinas durante a sua detenção em Nablus, informou nesta terça-feira uma autoridade local.

Ahmed Halawa, detido na madrugada e levado para a prisão de Nablus, foi espancado pelas forças de segurança, informou o governador da região, Akram Rajoub, à agência oficial palestina Wafa.

Ele perdeu a consciência e morreu de seus ferimentos, disse ele.

Ahmed Halawa era suspeito de liderar uma quadrilha que entrou em confronto com policiais na semana passada. Dois policiais morreram, bem como dois membros do grupo.

A morte de Ahmed Halawa volta a denegrir a reputação das forças de segurança palestinas. A Anistia Internacional acusa regularmente tais forças de maltratar prisioneiros e escapar impunemente à tortura.

"Vamos examinar este incidente e tirar conclusões", disse o governador.

A Cisjordânia é ocupada há quase 50 anos pelo exército israelense. A polícia palestina só está autorizada a operar em 17% do território, o que inclui Nablus.

is-jod/lal/feb/me/jz/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos