Governo de Damasco condena a intervenção turca na Síria

Damasco, 24 Ago 2016 (AFP) - A intervenção militar da Turquia na Síria é uma violação da soberania do país, denunciou nesta quarta-feira a chancelaria síria, horas depois do início de uma operação contra os extremistas na fronteira.

"Damasco condena o cruzamento da fronteira turco-síria por tanques e blindados turcos em direção à cidade de Jarablos, com cobertura aérea da coalizão liderada por Washington, e considera que se trata de uma violação flagrante de sua soberania", assinala o comunicado oficial.

Mais de 10 tanques turcos entraram em território sírio e começaram a atirar contra posições do EI na localidade síria de Jarablos, constatou a AFP.

O exército turco, apoiado por forças da coalizão internacional antijihadista, iniciou uma operação chamada "Escudo do Eufrates", com aviões de combate e forças especiais para expulsar o EI de Jarablos, uma localidade próxima da fronteira com a Turquia.

Rebeldes sírios apoiados pela Turquia já teriam expulsado o EI de uma aldeia a 5 km de Jarablos, segundo a agência pró-governamental Anatólia.

bur-ram/jri/erl.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos