Venezuela convoca reunião do Mercosul em Montevidéu

Montevidéu, 24 Ago 2016 (AFP) - A Venezuela convocou uma reunião de coordenadores do Mercosul em Montevidéu para esta quarta-feira, "no exercício da presidência pro tempore do Mercosul", segundo um comunicado de sua embaixada em Montevidéu.

A surpreendente convocatória acontece um dia após a reunião em Montevidéu em que compareceram Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, sem a presença da Venezuela.

O evento, ao qual o Uruguai participará e que não se sabe se contará com a presença de Brasil, Argentina e Paraguai estava marcado para começar por volta do meio-dia na sede do bloco.

Conforme constatou um jornalista da AFP, na sede há instalações para uma coletiva de imprensa convocada pela Venezuela que sucederá as discussões.

Os coordenadores de Venezuela e Uruguai, assim como o embaixador da Bolívia -cujo o status de membro está em trâmite- no Uruguai, Efraín Blanco, já estavam presentes no local.

O Mercosul atravessa sua pior crise em anos diante da negativa de Brasil, Paraguai e Argentina em admitir a presidência temporária da Venezuela, devido à crise política que abala o país caribenho.

Na terça-feira, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, celebrou o que qualificou de "fracasso" de Brasil, Argentina e Paraguai em bloquear o acesso da Venezuela à presidência do Mercosul.

"A presidência temporária do Mercosul estamos exercendo, além das manobras rasteiras, miseráveis e ruins da 'tríplice aliança', liderada pelo governo 'stronista' do Paraguai", disse Maduro em seu programa semanal de televisão.

"A Venezuela tem a razão legal, tem a razão moral, e seguirá exercendo a presidência do Mercosul de maneira digna, equilibrada e justa", afirmou Maduro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos