Exército turco afirma ter ganho terreno do EI no norte da Síria

Karkamis, Turquia, 1 Set 2016 (AFP) - O exército turco anunciou nesta quinta-feira (1) que havia expulsado o grupo Estado Islâmico (EI) de três localidades no norte da Síria, onde na semana passada iniciou uma ofensiva ao mesmo tempo contra os extremistas e contra as milícias curdas.

"Os povoados de Zavgar, Tell El Agbar e Al Kulliyeh ficaram limpos de elementos terroristas", anunciou o exército em um comunicado divulgado pela agência estatal Anadolu.

O exército indicou também que bombardeou 15 objetivos em Al Kulliyeh e em Zavgar, na região de Jarablos, perto de suas fronteiras e recentemente arrebatada pelos extremistas em uma operação relâmpago de rebeldes apoiados por Ancara.

Além disso, o exército turco procedeu com operações para acabar com as minas na cidade síria de Jarablos, provocando importantes explosões, constatou um fotógrafo da AFP.

Segundo a emissora de televisão turca NTV, os primeiros moradores de Jarablos começavam a retomar nesta quinta-feira, enquanto as forças turcas iniciavam a construção de um muro entre essa cidade e Karkamis, na fronteira síria, para impedir incursões em território turco.

Suspeita-se que os extremistas do EI tenha deixado grandes quantidade de minas e explosivos plantados e escondidos nas proximidade de Jarablos, que as equipes de desminamento procuram desativar ou destruir há vários dias.

No total, o exército indicou que destruiu 213 artefatos explosivos artesanais desde o início da operação.

A operação podia ser vista de Karkamis, onde um fotógrafo da AFP observou como subia até o céu enormes nuvens de pó e fumaça.

Segundo Ancara, a operação "Escudo de Eufrates" não tem só o EI como objetivo, mas também as milícias curdas, posto que quer impedir a formação de uma região autônoma curda que vai de um extremo a outro de sua fronteira com a Síria.

Na quarta-feira, a Turquia desmentiu ter aceito um acordo de trégua sob a proteção dos Estados Unidos, mesmo os rebeldes afirmando que havia retornado a calma no terreno.

Enquanto isso, na Turquia, o exército indicou que matou três militantes do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) em bombardeios aéreos em Cukurca, na província de Hakkari, fronteira com o Iraque, segundo a agência privada Dogan.

Além disso, um soldado turco morreu e outro ficou ferido em confrontos entre as forças de segurança e o PKK na província de Siirt (sudeste), segundo a mesma fonte.

pho-sjw-raz/cmk/ib/age-aoc/lmm./cb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos